Buscar
  • Donata Meirelles

10 dicas para não enlouquecer na quarentena



O início da quarentena devido à pandemia da novo coronavírus foi decretada para iniciar oficialmente dia 24 de março, mesmo que muitas pessoas tenham começado o isolamento voluntário antes disso, o que é o meu caso. Mesmo assim, um mês atrás, o dia 14 de março, parece ter acontecido há uma eternidade, onde o mundo, nossos hábitos e nossos deveres eram outros.


Nesse mês com cara de vida inteira que passamos em casa (espero que você tenha passado também, caso possa), tivemos que nos adaptar a um novo normal, a rotina dentro de casa, o convívio intenso com familiares, e um turbilhão de emoções inconvenientes. Para isso, preparei uma lista de coisas que têm me ajudado a lidar com essa mudança radical, e que espero possa te ajudar também.

1) Separe seu momento off-line


Estar enfurnado em casa muitas vezes aumenta o tempo ocioso e, por consequência, o tempo disponível para usar todos nossos gadgets. Além disso, eles são hoje o nosso contato com o mundo externo, os acontecimentos, os amigos e os entes queridos, então é natural que o uso de celulares, computadores, tablets etc tenha aumentado em relação ao período pré-quarentena. Mas um momento “analógico” no dia pode fazer muito bem, seja convivendo com quem mora com você, lendo um livro, ouvindo os passarinhos (reparou que há muito mais deles agora?) ou fazendo qualquer outra coisa. Você escolhe. Ficar conectado o dia inteiro vendo notícias, respondendo e-mails de trabalho, mandando notícias para os parentes pode ser um pouco too much num período em que tanto precisamos de paz.

2) Notícias uma vez por dia


Claro que precisamos estar atualizados sobre a situação do mundo nesse período delicado, mas será que há necessidade de assistir ao jornal das 14h, das 16h, das 18h, jornal local e jornal da noite todos os dias? O excesso e a repetição de informações podem ser gatilhos de ansiedade, então recomendo escolher um momento do dia para assistir a um jornal televisivo ou ler notícias na internet. Assim você não fica de fora – nem enlouquecido.

3) Espaço pessoal na medida do possível


A convivência intensa com os parentes, roomates, cônjuge ou até seus pets pode se tornar um tanto sufocante. Por isso é interessante reservar um espaço seu de solidão momentânea, mesmo que aquele espaço não for seu durante o dia todo (a sala, por exemplo). Estar sozinho com seus pensamentos pode ser um respiro naqueles poucos metros quadrados.

4) Dia de Beauté


Para quem gosta genuinamente do processo de montação pré festas, encontros com os amigos e eventos sociais no geral, dias seguidos alternando o moletom com o pijama podem dar uma desanimada. Essa pode ser uma boa hora para treinar o a precisão do traço do delineado, aprender a passar batom sem deixar a boca torta de uma vez por todas, ou se acostumar com uma nova rotina de cuidados com os cabelos naturais. Essa é para quem curte se arrumar quase tanto quando o evento em si. Se não for o seu caso, pula pra próxima!

5) Teste novos hobbies


Ok, ninguém precisa sair da quarentena com habilidades artísticas do Picasso ou mestre cuca nível estrela Michelin. Mas dedicar um tempo a habilidades manuais é uma ótima distração das notícias, além de ser um exercício de foco. Não precisa mostrar os resultados para ninguém se não quiser.

6) Não entre no modo trabalhadora 24h


Trabalhar de casa flexibiliza muito as fronteiras de trabalho e lazer, então cuidado para não achar que todo seu tempo deve ser dedicado ao trabalho. Assim como no escritório havia hora para entrar, para almoçar e para sair (idealmente), delimite esses horários em casa. Trabalhar até tarde da noite é contraproducente e adiciona mais um tijolinho de estresse nas nossas cabeças que já têm acumulado ansiedade o suficiente nesses últimos dias.

7) Tire o melhor do convívio social online


Como já dito, a ferramentas digitais têm tido o importante papel de nos conectar com tanta gente amada e geograficamente distante. Abrace esse papel e ligue para sua mãe, marque calls com os amigos, faça festas virtuais. Pode ser bem divertido e é o que temos para hoje. Só cuidado para não lotar a agenda!

8) Deixe o ir e vir das emoções


Em tempos loucos e incertos as emoções ficam a flor da pele. Não sei vocês, mas o que eu sinto é que tudo tem estado “muito”. Muito estresse, muita ansiedade, muita impaciência, muito medo. Com isso, os fatos do dia a dia tomam uma dimensão diferentes, como se estivessem sob o olhar de uma lupa. Tentar lutar contra isso é gastar energia à toa, então se permita sentir, chorar, gritar (tomando cuidado para não assustar os vizinhos) e de bônus você estará praticando uma técnica muito importante do mindfullness: reconhecer, observar e deixar a emoção ir embora.

9) O Feng Shui é responsabilidade de todos


Brincadeiras à parte, lembre-se que a organização da casa não é só assunto seu. Estamos passando muito mais tempo em casa que o normal, então é compreensível que ela fique mais bagunçada. Divisão de tarefas é fundamental: manter a casa limpa e organizada, o que dá uma paz no coração, é responsabilidade de todos os moradores da casa.

10) Se quiser, ignore tudo o que foi aconselhado acima.


São tempos extremos e estressantes para todo mundo, então no fim das contas o que vale é o que te faz bem.

0 visualização
Encontre a Donata nas redes!
  • Donata Meirelles Instagram

Instagram

  • Donata Meirelles Twitter

Twiiter

  • Donata Meirelles Linkedin

Linkedin

  • Donata Meirelles Instagram
  • Donata Meirelles Linkedin
  • Facebook Donata Meirelles
  • Twitter